Muito se discute em mesas de bar, grupos, fóruns, mídias sociais e nas salas ao vivo pela internet sobre o que é melhor ou o que dá mais lucro: day trade ou swing trade?

Discussões como essas existem desde os primórdios tempos da bolsa de valores.

Se você está começando na bolsa de valores e está procurando respostas, esse post é para você.

Vamos apresentar os argumentos que muitos usam e ver quais são as vantagens e desvantagens e qual é o melhor para você.

Mas, antes de iniciarmos, vamos esclarecer alguns termos úteis.

O que é day trade?

As operações de day trade são operações que começam e terminam no mesmo dia, durante o pregão.

Se elas deram dois minutos ou cinco horas, se forem executadas e encerradas no mesmo dia, isso é day trade.

O que é swing trade?

São operações que duram mais de um dia. Geralmente duram alguns dias. Tudo depende dos objetivos das operações e dos movimentos transcorridos a cada pregão.

Agora que você já definimos o que é day trade e swing trade, vamos entender quais são os maiores problemas.

A escolha e os problemas

Day trade

Geralmente as pessoas começam pelo mais difícil.

Elas têm um trabalho secular, mas querem fazer day trade.

Se você realiza day trade e tem um trabalho no horário do pregão, algum dos dois você não fará bem feito.

Geralmente alguma tomada de decisão será comprometida, quer seja no mercado de renda variável ou no seu trabalho secular.

Por que isso acontece? Porque quer você seja professor, médico ou gestor de algo semelhante, se você estiver operando day trade, você irá pensar nas suas operações.

Você terá dificuldades para se concentrar e isso provavelmente vai afetar sua produtividade final.

Swing trade

No swing trade, o maior problema que você talvez enfrentará é a paciência para esperar atingir o objetivo de ganho da sua operação.

Se você está começando, pode ser difícil esperar quatro, cinco ou até dez dias para uma operação ser concluída.

Muitos investidores sofrem com a ansiedade e saem da operação antes da hora e depois lamentam quando o preço chega no objetivo pretendido.

Se você sofre continuamente com isso, mesmo com o passar do tempo, talvez seu perfil de operação seja o day trade ou talvez até o de position trade, já que muitos investidores não têm tempo para acompanhar o mercado ou não aguentam a oscilação do pregão.

Olhando o gráfico diário e o semanal, o position trade tende a ser mais fácil.

O que os traders dizem

Investidores de swing trade afirmam com total segurança que os que fazem day trade gostam muito dinheiro com corretagem e gastam muito tempo observando o mercado e que por sua vez, acabam obtendo um nível de stress muito alto com uma rentabilidade que vai ser muito similar com o que ele obteve ou poderia obter realizando operações de swing trade com uma quantidade um pouco maior.

Essa é a crença de muitos trader que operam swing trade. De certa forma, isso é verdade. Porém, tudo depende de um trader para o outro.

Já quem pratica day trade enxerga uma pequena dificuldade de praticar swing trade pela questão da espera.

Muitos são ansiosos, outros já gostam da atividade de operar.

Gostam de corrigir as coisas mais rápido.

Mas um ponto acaba sendo vantajoso.

No day trade, apesar de você fazer operações com mais frequência, você não fica exposto a acontecimentos esporádicos que afetam o mercado de maneira direta ou que afeta certas ações.

Eventos passados mostram que ações, mesmo com alta liquidez, iniciaram o dia com 10% de baixa. No day trade, os traders não ficam posicionados e não correm esse risco.

Mas existe melhor?

Podemos dizer que o que existem é o mais indicado para o seu perfil.

O tempo é um dos fatores principais que vai direcionar o investidor para o day trade ou o swing trade.

Além do tempo, precisamos sempre pensar na experiência com investimentos. Se você nunca pilotou na vida, quão bom você seria se pilotasse um carro da F1?

De fato, experiência e prática também podem definir se você vai operar day trade ou swing trade.

Operações de curto prazo exigem disciplina, além de tomadas de decisões rápidas.

Além disso, existem alguns eventos em que o trader precisa estar atento, como o Payroll, se estiver operando dólar ou o Estoque de Petróleo, se estiver operando ações da Petrobrás, que irão dar grande volatilidade às operações.

Logo, se você tem tempo, conhecimento e disciplina, você pode estar apto a operar day trade.

Se você não tem tempo para isso ou não quer dedicar seu tempo para essas tomadas de decisões, o swing trade pode ser a modalidade certa para você.

Ao contrário do day trade, swing trade é como viajar andando pela direita na estrada. Sem preocupações demais. Poucas tomadas de decisões.

Ainda mais, você pode usar seu tempo para ter uma carreira secular ou fazer qualquer coisa que desejar.

Em pouco tempo você consegue verificar suas operações no home broker.

Você quer entender mais como o swing trade ou o day trade podem te ajudar a conquistar sua independência financeira?

Veja gratuitamente nosso curso e aprenda estratégias para operar no mercado de renda variável.

A pontuação dos nossos leitores
[Total: 0 Média: 0]