Recentemente, publicamos um artigo sobre como se tornar um trader – um investidor que faz operações frequentes na bolsa de valores, e você pode conhecer melhor algumas das principais operações realizadas por um trader, como o day trade. 

É possível, no entanto, que você ainda tenha dúvidas sobre se é ou não possível viver de day trade e de suas operações realizadas no mercado financeiro. Afinal, será que vale a pena viver de day trade e fazer do dia a dia das operações em bolsa sua profissão?

E quais são as vantagens e os riscos desta escolha?  É o que você descobrirá nesse artigo.  Continue a leitura e descubra tudo sobre esta modalidade de operação, suas vantagens, riscos e o que é necessário para você viver de day trade!

O day trade

Day trade é uma modalidade de operação na Bolsa de Valores. Nela, o trader ou operador realiza negociações iniciadas e finalizadas no mesmo dia, ou seja, de prazo curtíssimo, dentro do mesmo pregão. É importante destacar que os day trades podem durar de alguns minutos a algumas horas.

Esta modalidade, inclusive, é considerada por muitos a modalidade mais empolgante do mercado de ações – uma vez que, por conta do prazo das operações, é possível ganhar com dinheiro com a variação dos preços dos ativos em pouco tempo. Além disso, o uso de alavancagem permite que os traders movimentem quantias de dinheiro bem maiores do que aquelas que realmente possuem em conta – aumentando as chances de ampliar os ganhos.

Os retornos e riscos, entretanto, são proporcionais para quem faz day trade – o que exige do trader uma boa estratégia, cuidado e conhecimento de  mercado financeiro na hora de fazer suas operações.

O que faz o day trader?

O day trader passa boa parte do seu dia se dedicando às atividades de compra e venda de ativos na bolsa de valores, para fins especulativos. Na maioria dos casos – especialmente entre aqueles que desejam viver de day trade, são realizadas uma grande quantidade de operações por dia, baseadas nas oscilações do mercado e dos preços dos ativos.

O day trader opera com base em indicadores de análise gráfica de ações, na contramão das análises fundamentalistas – que tendem a ser mais demoradas e detalhadas. Afinal, seu tempo para tomar decisões e realizar negociações é curto.

Portanto, a rotina diária do day trader é negociar na bolsa de valores, sempre buscando lucrar em cima da volatilidade do mercado, a partir das pequenas oscilações verificadas através dos gráficos – geralmente, de períodos de tempo mais curtos, como os gráficos de 5, 15 e 60 minutos, por exemplo).

O que é preciso para ser day trader?

É importante lembrar que ser um day trader não exige nenhuma formação, apenas conhecimentos teóricos e práticos do mercado e da análise técnica como um todo. Ou seja, viver de day trader e ter sucesso nesta atividade exigem algumas habilidades específicas e muito preparo.

Para começar a fazer day trade, você precisa seguir alguns passos. Conheça alguns deles:

– Abrir uma conta em uma corretora de valores, se não tiver nenhuma. O processo é rápido, pode ser realizado online e exige apenas que você preencha um formulário, posteriormente enviando seu CPF e RG;

– Acessar o Home Broker (liberado após o cadastro na corretora), uma plataforma eletrônica em que se negociam ativos nas modalidades day trade, position e swing trade. A partir do home broker é possível ter acesso aos movimentos das cotações em tempo real, assim como aos chamados instrumentos de proteção – como stop loss, um recurso que viabiliza a programação pré-estabelecida do máximo de limite de perda que o trader aceita em certo trading.

Além destes passos, para se tornar day trader, o ideal é que você tenha algumas habilidades pessoais, como:

– disciplina;

– persistência;

– resiliência (tolerância a riscos e mudanças bruscas).

É fundamental ainda que você tenha conhecimento do mercado antes de tentar viver de day trade, especialmente no que se refere à análise técnica e ferramentas para suas operações. Lembre-se que, ao se tornar um day trader profissional, você estará realizando uma atividade profissional de alto risco, que pode gerar altos ganhos, mas também boas perdas. 

Para quem está iniciando agora suas atividades no mercado ou que deseja viver de day trade em breve, pode valer a pena escolher uma boa corretora, com plataforma eficiente para suas operações e serviços de qualidade, e até mesmo acompanhar as análises de profissionais gabaritados do mercado financeiro.

A importância da análise técnica

Para um day trader ter sucesso no mercado financeiro, como você já sabe, é crucial que entenda de análise técnica. Viver de day trade envolve saber ler e interpretar gráficos, conhecer suportes e resistências e outras ferramentas técnicas e estratégias direcionadas para aqueles que buscam especular na bolsa.

A análise técnica de gráficos e dados é importante para qualquer trader, mas para o day trader é vital e faz toda a diferença. Afinal, é baseado em informações de oscilações gráficas que o trader toma suas decisões, obtém seus lucros ou, eventualmente, arca com perdas.

A maior preocupação que o day trader deverá ter na análise técnica estará, na maioria das vezes, relacionadas ao comportamento dos preços dos ativos e à identificação de bons pontos para compra e venda no mercado. 

Por isso, é importante destacar que, diferente dos investidores que fazem uso da análise fundamentalista para investimento no longo prazo, os day traders não precisam conhecer a fundo o segmento de atuação das empresas, o contexto de mercado destas companhias ou seus números. Basta compreender o comportamento das oscilações dos ativos.

A Teoria de Dow

Se você ainda não conhece nada de análise técnica, vale a pena saber que esta análise se baseia em um gráfico com o tempo no eixo X e os preços no eixo Y, sendo a base dessa análise a Teoria de Dow.

De acordo com a Teoria de Dow:

– Fatores externos estão envolvidos no último preço de um ativo;

– Preços se movem em tendências;

– O futuro repete o passado;

– O volume precisa ratificar a tendência.

Considerando esta teoria e colocando em prática a análise técnica, o day trade consegue definir o melhor setup para suas operações e iniciar suas atividades na bolsa de valores.

Os day traders na bolsa brasileira

Fazer operações na bolsa de valores brasileira e se tornar um day trade tem se tornado o objetivo de cada vez mais brasileiros. A liberdade de fazer operações de qualquer lugar do mundo e ter a possibilidade de ganhar dinheiro todos os dias a partir das operações especulativas na bolsa são alguns dos muitos benefícios que se enxerga quando o assunto é day trade.

Entretanto, é preciso ter em mente que nem tudo são flores. E que, sem preparo, um trader pode sim amargar muitos prejuízos na bolsa e até mesmo desistir de viver de day trade.

Recentemente, a Comissão de Valores Imobiliários (CVM) encomendou uma pesquisa à FGV sobre os números das operações em bolsa envolvendo os day traders. Esta pesquisa sobre viver de day trade da FGV mostrou que o grande problema, neste ramo, é que os investidores que desejam ser traders ou viver de day trade não se preparam da forma adequada para a atividade.

Segundo a pesquisa, que monitorou as operações de 19.696 pessoas que começaram a viver de day trade no período pesquisado, mais de 90% dos traders que procuram viver de day trade acabam tendo prejuízos com as operações na Bolsa.

Deste montante de investidores, 92,1% acabaram desistindo de realizar operações day trade ao longo dos meses – não completando sequer 300 pregões como traders. Dos 1.558 traders que operaram na bolsa brasileira com frequência entre 2012 e 2015, somente 13 (menos de 1%), obtiveram lucro médio diário acima de R$ 300,00, também de acordo com a FGV.

Os resultados da pesquisa sobre viver de day trade da FGV não são animadores. Mas dizer que viver de day trade é impossível é, com certeza, um exagero, visto que a maior parte dos investidores não se prepararam corretamente.

O que não fazer para viver de day trade?

Como você já sabe, qualquer pessoa pode fazer day trade e viver desta atividade – desde que se prepare para ela da melhor maneira possível. Existem, no entanto, algumas atitudes que podem ser evitadas por aqueles que têm o desejo de viver de day trade.

Confira algumas delas e descubra o que não fazer para viver de day trade:

– ter excesso de autoconfiança;

– não ter uma estratégia de operações;

– ter dificuldade de lidar com perdas;

– tentar obstinadamente recuperar o que perdeu;

– não ter um manejo de risco;

– não ter disciplina;

– não ter nem buscar conhecimentos do mercado de análise gráfica;

– não ser persistente; e

– não estar atento ao mercado diariamente.

Afinal, é possível viver de day trade?

Viver de day trade é possível. É árduo, é complexo, mas há a possibilidade real de conquistar grandes lucros.

Porém, é preciso manter a cautela, disciplina e conhecimento. É necessário buscar preparação através de cursos, estudando o day trading e levando a sério cada passo desta incrível jornada de conhecimento. 

Se você deseja viver de day trade, portanto não encare como impossível esta tarefa. Informe-se, prepare-se e desenvolva suas estratégias! Com empenho e dedicação, você pode chegar lá!

E você, já fez day trade? Tem dúvidas sobre o assunto? Deixe nos comentários suas dúvidas, sugestões e opiniões sobre o tema. Se gostou, compartilhe! 

A pontuação dos nossos leitores
[Total: 5 Média: 5]