Se em um dia você comprar uma quantidade de ações e no outro dia ao abrir o home broker e observar uma quantidade completamente diferente, não se desespere. A explicação para isso ter acontecido pode ser o desdobramento (split) ou grupamento (inplit) das ações que você comprou.

É comum acontecer eventos de desdobramento e grupamento de ações na bolsa de valores. Porém, são eventos que podem confundir investidores que estão começando.

Mas fique tranquilo, pois neste artigo, você aprenderá o que é desdobramento e grupamento, como funciona, com exemplos práticos e o porquê desses eventos.

O que é desdobramento (split) de ações

Desdobramento de ações, também conhecido como split (termo em inglês), é quando uma companhia aumenta a quantidade de ações, dividindo as ações existentes, mas sem alterar o valor de mercado da empresa.

Exemplos de desdobramentos de ações

Um exemplo prático e real de desdobramentos de ações foi o que aconteceu com a Ambev, que tinha sua ação valendo R$250,00.

Isso mesmo, cada ação valia R$250,00. O lote padrão com 100 ações estava custando nada mais nada menos que R$25.000,00.

Sendo assim, como um investidor pequeno conseguiria investir em Ambev? Com isso, a Ambev realizou o split ou o desdobramento de 1 para 5.

Ou seja, cada ação da Ambev de R$250,00 passaram a ser 5 ações de R$50,00.

Assim, o investidor que antes tinha que dispor de R$25.000,00 para comprar um lote padrão, agora precisaria de R$5.000,00

E o investidor que tinha 100 ações de Ambev, agora teria 500 ações no seu portfólio.

Quando acontecem desdobramentos de ações

Como deu para perceber no exemplo da Ambev, muitas vezes é mais difícil negociar uma ação por causa do valor dela.

Isso dificulta a entrada de novos investidores ou investidores com menor capital.

Assim, quando a administração da companhia acredita que a cotação está mais alta, ela realiza o desdobramento, reduzindo a cotação dos ativos.

Qual é o objetivo do desdobramentos de ações

Existem alguns motivos para uma ação ser desdobrada.

Como você deve ter percebido, o desdobramento de ações possibilita a entrada de novos investidores e aumenta a liquidez.

Com as ações mais baratas, temos mais negociações.

Um exemplo disso é a própria Ambev, que já citamos.

Antes do desdobramento de ações, o maior volume de ações naquele mês foi de R$ 18,9 milhões.

Depois do desdobramentos, a ação chegou a ter R$86,6 milhões negociados em um único dia.

O que é grupamento (inplit) de ações

Ao contrário do desdobramento de ações, o grupamento, também conhecido como inplit (termo em inglês), é quando as ações de uma determinada empresa são agrupadas e passam a valer mais.

Isso diminui a quantidade de ações em circulação na bolsa de valores, mas também não altera o capital da empresa.

Apenas o preço das ações fica mais alto.

Exemplos de grupamento de ações

Imagine que você tem 1000 ações de uma empresa que tem suas ações cotadas em R$1,00.

Nesse caso, de forma simples, você tem R$1.000,00 investidos.

Mas digamos que a companhia ache que o valor negociado é muito baixo e decide realizar o grupamento de ações de 10 para 1.

Assim, cada 10 ações que valiam R$1,00 passaram a ser uma única ação no valor de R$10,00.

Caso você tenha as 1000 ações, agora passaria a ter apenas um lote padrão de 100 ações, mas o valor investido seria o mesmo.

Quando acontecem grupamento de ações

O grupamento de ações acontece quando a empresa decide elevar o preço da ação para ser negociada na bolsa de valores para facilitar sua negociação.

Pode ser para tirar a impressão que o ativo objeto está muito baixo, embora não mude os valores da empresa, se observado pelos dados fundamentalistas, mas pode passar um efeito psicológico para o investidor.

Porém, deve-se ficar atento ao grupamento, buscando informações sobre a empresa, pois pode representar uma desvalorização da empresa.

Qual é o objetivo do grupamento de ações

Embora o grupamento de ações diminua a quantidade de ações de uma empresa em circulação na bolsa de valores, ela pode facilitar as negociações.

Isso acontece principalmente com ações que estão valendo centavos, visto que o spread dessas ações (diferença entre compra e venda) pode ser muito alto.

Se o spread for de R$0,01, mas a ação custar R$0,40, isso significa que o spread será de 2,5%.

Se agrupado e passar a custar R$4,00, o spread de R$0,01 passa a equivaler apenas 0,25% de oscilação da ação.

Além disso, imagine que uma certa ação tenha o valor de R$0,20.

Se ela subir apenas R$0,01, a ação estará subindo 5%, o que é muita coisa por pouco valor.

Com o grupamento de ações, essa volatilidade diminui e isso melhora as negociações.

Opções

Se você investidor tiver opções de compra ou de venda lançadas e o ativo objeto, ou seja, a ação da opção sofrer um desdobramento ou agrupamento, os derivativos vão seguir as mesmas proporções de volume e preço.

No geral, nada muda.

Caso você tenha a experiência de comprar ações e depois perceber que a quantidade de ações mudou, verifique se houve desdobramento ou grupamento de ações.

Caso isso ocorra, não se preocupe, visto que o valor investido será o mesmo.

Mais informações você também pode acompanhar no site da bolsa, que dá mais informações e comunicados do mercado.

Também é possível verificar informações como essa no site da Comissão de Valores Mobiliários, também conhecida como CVM.

Esperamos que tenha gostado do artigo.

Deixe seu comentário se ficou alguma dúvida e se ainda não conhece nosso canal no YouTube ou ainda não nos segue no Facebook e no Instagram, não perca tempo.

A pontuação dos nossos leitores
[Total: 0 Média: 0]