O índice Ibovespa apresentou alta de 1.39% hoje, fechando o pregão em 88.620 pontos. Isso se deve graças a recuperação dos papéis de setores aéreos (alta superior a 3% – Exceto, Embraer On 1,4%), bancários (entre 2 e 3%) e da valorização das ações ordinárias da Vale (quase 2%). 

No exterior, confrontos internos estadunidenses e a crescente tensão das relações comerciais Xangai X Washington atraem todos os olhares dos mercados.

O dólar preocupa com a crescente elevação. Só em 2020, a moeda norte-americana acumula avanço de 33,08%.

Já no cenário interno, a atenção está direcionada ao meio político e os desdobramentos dos impactos provocados pelo Covid-19 na atividade econômica. Além da tensão gerada por inúmeros manifestos nas ruas das principais cidades do Brasil e declarações do governo.

Comparadas com outras moedas, o real é a que mais sucumbiu, demandando que o Banco Central interviesse e anunciasse leilão de dólares no mercado à vista.

Embora, tenha contido alta desenfreada da moeda americana, os esforços não impediram que hoje a mínima atingisse R$ 5,3112 e a máxima R$ 5,4187. Contudo, fechou em R$5,39, implicando alta de 1,22%.

Por fim, a projeção do PIB brasileiro é desanimadora, declinando para 6,25%.

A pontuação dos nossos leitores
[Total: 8 Média: 5]