A recuperação econômica global somada às reaberturas estaduais brasileiras repercutiram positivamente nos humores do mercado financeiro nesta segunda-feira (08/06), o pregão registrou alta de 3,18% sendo negociado ao patamar de 97.644,67 pontos.

Apesar dos inúmeros riscos domésticos e internacionais, o pregão foi marcado por tranquilidade.

Os juros baixos e a liquidez mundial estimulam os investidores a alocarem os recursos no mercado acionário brasileiro. Somente em junho, a bolsa acumula um salto de mais de 10%.

Entre as ações mais valorizadas, o destaque fica com as companhias áreas e CSN. Já entre as baixas, estão as ações da YDUQ e de exportadoras.

Ações valorizadas

AZUL4 – variação de 29,25% em relação ao último pregão.

GOLL4 – variação de 28,28% em relação ao último pregão.

Embraer – oscilou 18,36% em relação ao último pregão.

Dólar

Na contramão do IBOVESPA, a moeda norte-americana apresentou queda de 2,11%. Encerrando o dia cotado a R$ 4,855.

Juros Futuros

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 sobe seis pontos-base a 3,15%. DI para janeiro de 2023 tem alta de sete pontos-base a 4,26%; e DI para janeiro de 2025 avança oito pontos-base a 5,88%.

A pontuação dos nossos leitores
[Total: 18 Média: 4.6]