Nesta quinta feira (18/06) o Ibovespa fechou o dia mais uma vez acumulando resultados positivos, fechando o pregão com 96.125 pontos, indo na contramão de Bolsas internacionais, como a americana, que apresentou leve queda. 

As empresas responsáveis pelo resultado apresentado no dia de hoje, foram a Petrobras e Itaú, que registraram ganhos expressivos dentro de seus setores.

Além disso, investidores da renda variável enxergam com bons olhos o novo corte da taxa Selic anunciada ontem pelo Comitê de Política Monetária (COPOM), levando a taxa básica de juros do Brasil ao patamar histórico de 2,25% ao ano.   

O cenário atual, inclusive, é animador para a renda variável, que vem demonstrando forte recuperação após semanas de oscilações durante o horário do fechamento. 

Movimentação das ações

Diante da alta do Ibovespa no dia de hoje, algumas ações acabaram ganhando destaque, como:

  • Banco BTG (BPAC11) – 9,11%
  • Cielo (CIEL3) – 8,68%
  • Petrobrás (PETR4) – 0,9%
  • Itaú (ITUB4) – 0,32%

Já entre as ações mais prejudicadas desta terça feira, destacam-se:

  • Multiplan (MULT) – 3,45%
  • Cemig (CMIG4) – 3,07%
  • Azul (AZUL4) – 3,05%

Dólar

Enquanto isso, o dólar americano teve um de seus piores dias de cotação, subindo cerca de 2,1%. No fechamento do dia, a moeda estava sendo comercializada a R$ 5,37 na compra e R$ 5,3715 durante a venda.

Desta forma, alcançamos o maior patamar da moeda desde o dia 1º de junho, quando os sinais de queda começavam a ser percebidos pelo mercado

Juros Futuros

Já o mercado de juros futuros apresentou leve melhora, subindo quatro pontos-base, chegando a 3,10%, enquanto o de janeiro de 2023 teve um aumento de 13 pontos-base, indo a 4,2%. Finalizando, o DI de janeiro de 2025 teve o avanço de 23 pontos-base, fechando o dia a 5,87%.

A pontuação dos nossos leitores
[Total: 11 Média: 5]