Investir com pouco dinheiro – até parece um sonho.

Realizar investimentos é um hábito que está sendo introduzido aos poucos no dia a dia do brasileiro.

Ao mesmo tempo em que alguns mitos sobre o mercado financeiro vão sendo desfeitos e algumas das principais dúvidas dos investidores iniciantes vão sendo solucionadas.

Apesar disso, muita gente ainda deixa de dar o primeiro passo e investir seu capital por acreditar que não dispõe de dinheiro suficiente para fazer seus primeiros aportes.

Mas, afinal, será que é possível investir com pouco dinheiro?

A resposta para esta pergunta – que é uma das principais dúvidas de quem ainda não investe no mercado financeiro – é sim, é perfeitamente possível começar a investir com pouco dinheiro e dar início ao processo de acumulação de patrimônio.

Basta que você tenha interesse em fazer seu capital crescer e disponibilidade para separar uma pequena quantia mensal para dar início aos seus investimentos.

Continue a leitura do artigo e descubra como e onde investir com pouco dinheiro no mercado financeiro para começar a construir sua carteira de investimentos o quanto antes.

O que você irá aprender neste artigo:

Acompanhe!

Como investir com pouco dinheiro?

Uma das principais justificativas de quem ainda não realiza investimentos, além da falta de conhecimento sobre o tema e dificuldades operacionais, é justamente a dificuldade em acumular capital suficiente para realizar os primeiros aportes.

Este obstáculo, no entanto, simplesmente não existe mais nos dias de hoje.

Atualmente, com apenas algumas dezenas de reais, já é possível investir tanto em renda fixa quanto em renda variável.

Isso acaba permitindo ao investidor compor, pouco a pouco, sua carteira de investimentos com diversos ativos.

A ideia de precisar de um capital grandioso para fazer investimentos é, portanto, um grande mito do mercado financeiro.

O maior obstáculo para quem ainda não investe, na verdade, é justamente dar o primeiro passo em direção aos primeiros aportes.

Para que isso seja possível, é preciso apenas que:

  • haja o interesse de investir,
  • empenho em poupar um pouco de dinheiro todos os meses e
  • ter disponibilidade de conhecer um pouco mais sobre as opções de investimento e as melhores oportunidades para aplicação do dinheiro – independente da quantia disponível.

Opções de investimento para investir com pouco dinheiro

Dispor de uma quantia mínima para investimento é o primeiro passo para começar a investir seu dinheiro.

E, graças à variedade de produtos disponíveis no mercado brasileiro, as opções de investimento para um capital limitado são inúmeras.

No âmbito da renda fixa, por exemplo, é possível investir em títulos públicos com aportes iniciais de R$ 30,00.

Quem tem interesse em aportar na renda variável também pode começar a criar uma carteira de investimentos a partir de um capital inicial bastante reduzido.

Confira a seguir algumas opções de investimento para perfis conservadores, moderados e agressivos que não exigem grandes quantias de dinheiro do investidor iniciante:

Perfil conservador

Para quem tem perfil conservador e não deseja se expor a riscos, os investimentos em renda fixa são excelentes opções.

É possível, por exemplo, investir em títulos do Tesouro Direto com quantias a partir de R$ 30,00 e garantir alguma rentabilidade sobre os seus investimentos.

As opções para quem possui menos de R$ 100,00 para dar início às suas aplicações são um pouco mais limitadas mas, ainda assim, é possível encontrar investimentos muito melhores que a caderneta de poupança para realizar os primeiros aportes.

Quem possui um montante um pouco maior para investir – como R$ 500,00 ou R$ 1.000,00 – tem a opção de buscar por outros investimentos de renda fixa, como:

  • as Debêntures,
  • os Certificados de Depósito Bancário (CDBs),
  • as Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio (LCIs e LCAs),
  • entre outros.

Os riscos seguem bastante reduzidos nestas opções de investimento, ao passo que crescem as chances de encontrar produtos no mercado que ofereçam uma rentabilidade um pouco maior.

Perfil moderado

Para aqueles que têm um perfil mais moderado e aceita correr um pouco mais de riscos em busca de rentabilidades melhores, há oportunidades de investimentos iniciais mais baixos em diversos fundos de investimento.

Estes fundos não exigem um capital muito amplo e costumam entregar boa rentabilidade ao investidor, mesmo considerando taxas de administração e taxas de performances.

Os futuros investidores com perfil moderado também podem buscar começar uma carteira a partir da diversificação dos investimentos.

Como? Aportando uma pequena parte do valor disponível em investimentos em renda fixa e outra parte em renda variável.

Perfil agressivo

Se você acredita que o seu perfil enquanto investidor é mais agressivo, ou seja, se você tem um apetite maior ao risco, não se preocupe.

Você também é possível investir com pouco dinheiro em produtos mais arriscados, mas com potencial de entregar ganhos maiores – como o mercado de ações.

Com R$ 100,00 ou menos, por exemplo, você já consegue operar mini contratos de índice e de dólar na bolsa de valores brasileira.

Este tipo de operação, no entanto, apesar de não exigir uma alta soma de dinheiro do investidor, possui um risco bastante alto.

Por isso, é preciso que o perfil do investidor seja, de fato, mais agressivo.

Também é altamente indicado que os investidores busquem por informações e se preparem antes de realizar estas operações no mercado financeiro.

Com um preparo maior e uma consciência sobre as oportunidades de ganhos e também sobre os riscos, as chances de perder o capital investido – mesmo que seja uma quantia baixa – diminuem consideravelmente.

Além das operações, é possível comprar ações no mercado brasileiro com investimentos a partir de R$ 100,00 ou R$ 200,00, ou investir em fundos de investimentos – alguns deles, por exemplo, permitem aportes mínimos que variam de R$ 100,00 a R$ 500,00.

Aqueles que dispõem de uma quantia um pouco maior para aportes – como R$ 1.000,00 ou R$ 5.000,00 – costumam encontrar oportunidades ainda melhores para investimentos, já que o leque de opções acaba sendo muito mais amplo nesta faixa de aportes.

A Lei da Inércia e a disciplina

Como você pode perceber, dispor de pouco capital para investir não é mais um empecilho para ninguém deixar de realizar os primeiros investimentos no mercado financeiro.

São muitas as oportunidades à disposição do investidor – seja ele conservador, moderado e agressivo, que podem ajudar qualquer um a rentabilizar seu dinheiro e acumular patrimônio.

O grande e verdadeiro desafio, no entanto, está em se distanciar da famosa Lei da Inércia e adotar a disciplina de economizar, poupar e investir dinheiro no dia a dia.

E o primeiro passo é sempre o mais difícil.

Para sair da inércia, basta um primeiro movimento: procure conhecer seu perfil de investidor, aprenda um pouco mais sobre o mercado financeiro e faça seu primeiro aporte.

Lembre-se que o gasto de energia é sempre maior na hora de iniciar um movimento do que no momento de dar continuidade a esta movimentação.

Com foco e disciplina você conseguirá começar a fazer seus investimentos de maneira constante e, ao longo do tempo, alcançará seus objetivos pessoais – como conquistar seu primeiro milhão de reais ou viver de renda no futuro.

Para isso, basta manter o hábito de investir todos os meses e preocupar-se em acumular patrimônio com o passar do tempo – diversificando sempre que possível e respeitando o seu perfil enquanto investidor e as suas estratégias de investimento.

A pontuação dos nossos leitores
[Total: 1 Média: 5]