Sem dúvida, as ações da Vale chamam a atenção de investidores da bolsa de valores. Junto com a Petrobras, ela é uma das empresas mais conhecidas entre os brasileiros que já estão ou pensam em entrar na renda variável.

Mas, afinal, vale a pena investir em ações da Vale? Não é simples responder uma pergunta desse tipo. A escolha depende dos interesses de cada investidor. Contudo, algo é essencial para tomar uma decisão: ter informações de qualidade.

Por isso, preparamos um post completo sobre o assunto. Aqui, você conhecerá mais sobre a história da empresa, as vantagens e desvantagens de ter ações da Vale e muito mais. Confira!

Quem é a Vale?

A Vale ainda costuma ser bastante conhecida pelo seu nome anterior: Vale do Rio Doce. Quando foi fundada, no ano de 1942, ela era uma empresa estatal. A criação se deu em Minas Gerais, pelo presidente Getúlio Vargas.

Historicamente, ela sempre esteve entre as principais empresas brasileiras — o que não mudou depois de sua privatização, em 1997. Na verdade, a Vale é considerada uma das maiores empresas de mineração do mundo.

O foco de sua produção é o minério de ferro, uma commodity fundamental como matéria-prima de diversas indústrias. Assim, a empresa foi conquistando importância em vários países — principalmente na China nos últimos anos.

As atividades da Vale incluem mineração, logística, energia e siderúrgica. Sua liderança no mercado nacional a coloca como uma das empresas mais importantes na bolsa de valores, sendo considerada uma das ações blue chips na bolsa de valores B3.

As ações da Vale são negociadas pelo código VALE3 e estão listadas no segmento de maior nível de governança desde 2017 – o Novo Mercado. Ele demonstra a qualidade da gestão da empresa, embora ela tenha passado por dificuldades recentes com rompimentos de barragens.

Quais são as expectativas para o setor de minério?

Como mostramos, a Vale atua em um setor de commodity, sendo o minério de ferro seu maior foco. Ele é o responsável por boa parte da receita obtida pela empresa. De maneira geral, as exportações correspondem à maior parcela do lucro.

Nos últimos anos, a China é o principal parceiro comercial da Vale, sendo seguida por países da Europa. Com isso, a empresa se encontra em um setor cujas expectativas dependem um pouco da política exterior e da economia de outros países.

O crescimento da economia chinesa costuma indicar boas perspectivas para o setor de mineração, enquanto a retração coloca limites às expectativas. Além disso, a cotação do dólar é um fato de influência, já que as exportações têm relação com a moeda.

O minério de ferro como commodity apresenta estabilidade de preço. As projeções da Vale para o curto prazo envolvem uma certa baixa na produção, mas com boas estratégias para competitividade no mercado.

Vale a pena investir em ações da Vale?

A Vale é negociada na bolsa de valores brasileira desde 1967 e está presente também em bolsas internacionais, como a de Nova Iorque e a de Paris por meio das ADRs. No Brasil, ela tem peso importante no índice Ibovespa, sempre se mantendo entre as ações mais negociadas.

E então, será que vale a pena investir na empresa? Depois de conhecer um pouco mais sobre a companhia e seu setor de atuação, veja a seguir algumas vantagens e desvantagens de investir em ações da Vale.

Vantagens

Uma vantagem relevante da empresa para os investidores é a sua solidez. Como falamos, a Vale apresenta o nível mais alto de governança corporativa, indicando que é uma companhia sólida e com gestão de qualidade.

Além disso, é uma empresa com histórico de décadas de atividade e lucro no país. Sem dúvida, trata-se de um negócio estabilizado, com boas condições para enfrentar crises e se recuperar delas, por exemplo.

Outro ponto positivo de investir em ações da Vale é a sua liquidez. Há maior facilidade em encontrar compradores e vendedores dos papéis da empresa, já que eles estão constantemente na lista dos mais negociados na bolsa.

Quem faz operações de especulação pode aproveitar a liquidez para obter lucros no curto prazo. Enquanto isso, os investidores de longo prazo podem ser atraídos pela distribuição de dividendos da empresa.

Desvantagens 

Não podemos deixar de citar como desvantagem da Vale o risco de enfrentar dificuldades a partir de situações não previstas — como os problemas que aconteceram nas barragens de Mariana e Brumadinho. Os acontecimentos causaram tragédias humanitárias e impacto ambiental.

A empresa sofreu uma grande turbulência depois deles. Inclusive, com quedas na bolsa e perdas de acionistas. Os resultados financeiros da companhia, claro, também foram afetados pelos problemas.

Desde então, a Vale vem tomando medidas para proteger as pessoas e evitar novas tragédias como essas. Entretanto, elas continuam sendo lembradas como desvantagens por investidores pela possibilidade de desvalorização das ações e suspensão dos dividendos.

Para se ter uma ideia, o prejuízo da empresa em 2019 por conta dos impactos com a ruptura da barragem foi de mais de R$ 250 milhões de reais. Apesar de estar retomando a estabilidade após a crise, esse fator deve ser analisado por quem se pergunta se vale a pena investir em ações da Vale.

O que considerar ao decidir?

E então, depois de conferir todas as informações deste post, você acredita que deve ou não investir na Vale? A escolha cabe a cada investidor, de acordo com os objetivos e estratégias que cada um adota para sua carteira.

Caso sua decisão seja adquirir os papéis da empresa, basta acessar o home broker e emitir uma ordem de compra para o código VALE3. Para fazer sua escolha, o ideal é considerar diferentes critérios — como avaliar as informações que citamos até aqui.

Além dos dados que compartilhamos, é interessante que os investidores de longo prazo avaliem os fundamentos da empresa. Por exemplo, indicadores como o preço da ação sobre lucro e também o preço sobre o valor patrimonial da companhia.

Quanto mais aspectos forem incluídos na sua avaliação, melhores serão as condições de direcionar sua carteira de investimentos e conquistar bons resultados com ela. Não deixe de conhecer as empresas nas quais você investe.

Ao finalizar a leitura deste post, é possível avaliar se vale a pena ou não investir em ações da Vale. Independentemente da sua escolha, continue buscando conhecimento para ser um investidor cada vez mais focado e melhorar seus investimentos.

Este artigo ajudou você? Que tal compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais e discutir o assunto com amigos e familiares?

A pontuação dos nossos leitores
[Total: 20 Média: 4.9]