O megainvestidor norte-americano Warren Buffett é uma das maiores referências mundiais quando o assunto é investimento – principalmente para investimentos de longo prazo.

Com uma fortuna estimada em US$ 82,5 bilhões no mês de março de 2019, Buffett tem muito a ensinar aos investidores que buscam tomar as melhores decisões de investimentos no mercado de ações e formar uma carteira de ações sólida.

Se você não está inteirado com a trajetória de Buffett, saiba que toda a fortuna conquistada por ele – que também é conhecido no mercado como Oráculo de Omaha – teve origem nos investimentos em ações de empresas na bolsa dos Estados Unidos.

A maior parte destes investimentos foi realizada por meio da sua empresa de investimentos, a Berkshire Hathaway, cujo portfólio tem rentabilidade média de cerca de 30% anuais!

A trajetória bem sucedida de Buffet e da sua companhia – que possui quase cinco décadas de história – está profundamente ligada ao modelo Warren Buffett de investir, que tem como base alguns mandamentos fundamentais para investimentos em ações.

No artigo de hoje, você irá conferir 5 dos principais mandamentos do modelo Warren Buffett de investir e descobrirá como utilizar estas cinco regras básicas de um dos maiores investidores do mundo em prol dos seus investimentos e do seu portfólio de ações.

Confira cada um destes mandamentos a seguir!

1.Compre empresas que você conheça

Um dos principais mandamentos do modelo Warren Buffett de investir se refere à escolha de ações pautada no conhecimento do investidor em relação à empresa na qual pretende investir.

De acordo com Buffett, é importante comprar ações de companhia que você conheça – deixando de lado os papéis daquelas empresas que você não possui informações precisas ou consistentes.

Opte, portanto, por investir em ações de negócios que você conhece a fundo. Verifique se você tem bons conhecimentos em relação ao modelo de negócio em si, aos produtos ou serviços comercializados e à empresa como um todo.

Comprar empresas que você conhece pode fazer toda a diferença na sua carteira de investimentos.

E jamais se esqueça que não faz sentido fazer um aporte em uma determinada companhia somente porque você ouviu alguém falar que o investimento vale a pena, ok?

2.Evite diversificar demais

Este mandamento do guru dos investimentos norte-americano pode, em um primeiro momento, parecer um tanto quanto contraditório – uma vez que muitos gestores do mercado financeiro costumam sempre enfatizar na diversificação do portfólio de investimentos.

A dica, no entanto, tem razão de ser um dos principais mandamentos do modelo Warren Buffett de investir.

De acordo com o Oráculo de Omaha, o ideal – quando o assunto é investimento em ações – é concentrar os investimentos em empresas que possuem bons fundamentos e não diversificar em excesso.

Desta forma, você não reparte demais o seu patrimônio e se concentra nos aportes em ativos que valham, de fato, a pena – garantindo, inclusive, maior segurança para as suas operações e para a sua carteira de ações como um todo, por justamente estar investindo em empresas mais sólidas.

3. Invista em empresas de gestão idônea e forte

Investir em empresas que possuam uma gestão idônea e forte é mais um dos principais mandamentos do modelo Warren Buffett – e uma das dicas essenciais para nortear o investidor na hora de fazer seus aportes no mercado de ações.

O guru dos investimentos sugere que os investidores se posicionem em empresas de gestão forte e que possuam uma presidência honesta e idônea – o que tende a gerar um nível de confiança e segurança muito maior ao acionista.

Esta, aliás, é a premissa básica para qualquer investimento de longo prazo em empresas.

Afinal, se você não tem confiança no gerenciamento da companhia na qual você está investindo, como é possível confiar nos números, resultados, projeções e estratégias divulgados por ela?

Portanto, na hora de investir, confira se a gestão da empresa na qual você tem interesse em investir tem boa reputação no mercado e se as informações sobre estratégias e resultados que são divulgados por ela anualmente têm procedência.

Somente desta forma você conseguirá analisar os fundamentos da companhia de maneira consistente e fazer um bom investimento.

4. Invista pensando no longo prazo

Investir mantendo o foco no longo prazo é uma outra premissa importante seguida pelo megainvestidor Warren Buffett.

Isso porque, para quem realiza investimentos com base na análise fundamentalista, é quase impossível trabalhar com horizontes de curto prazo – como seria possível em operações de day trade e swing trade, por exemplo, nas quais o operador busca obter lucros e rendimentos constantes no curtíssimo prazo.

Para o investidor que faz aportes por meio da análise fundamentalista, é primordial que se aguarde tempo suficiente para que a análise em si faça sentido – e para que o investimento dê o retorno esperado.

Caso contrário, você poderá acabar antecipando demais sua saída do papel e verá a ação subir ao longo do tempo sem estar posicionado – aumentando ainda mais sua frustração com este investimento.

Para investir no mercado de ações a partir de análise fundamentalista, portanto, pense sempre no longo prazo.

5. Invista em momentos de crise

O quinto dos principais mandamentos do modelo Warren Buffett de investir é a soma de todas as dicas anteriores acrescida de uma regra importante: aproveitar as oportunidades do mercado em momentos de crise.

Quando o mercado estiver passando por um momento conturbado, no qual é possível encontrar ações com bons fundamentos – que preencham os requisitos anteriores – a bons preços, este deve ser o momento no qual você deve investir ainda mais o seu dinheiro.

Em situações de crise e conturbação no mercado – como a crise dos subprimes nos EUA, em 2008,ou até mesmo o “Joesley Day” no Brasil, em 2017, é comum que ações de empresas sólidas e com boa gestão entrem em oferta na bolsa de valores.

Este é o momento no qual você deve investir em ações.

Desta forma, você conseguirá investir em boas ações pagando muito menos – uma vez que você estará aproveitando um momento de “promoção do mercado” devido a alguma crise sistemática que está impactando, momentaneamente, o preço das ações, por conta do que chamamos de “efeito manada”.

Vale ressaltar que esta queda nos preços dos papéis na bolsas de valores quase nunca tem relação com a saúde contábil de uma empresa.

Bônus: Os ensinamentos de Benjamin Graham

O modelo Warren Buffett de investir tem como principal base, de maneira geral, os ensinamentos do economista norte-americano Benjamin Graham – um os mais influentes e respeitados investidores do século XX.

É importante destacar, no entanto, que algumas poucas recomendações desta grande figura dos investimentos estão, de certa forma, ultrapassadas – e não devem ser seguidas nos dias atuais.

Graham, por exemplo, não recomendava investimentos no setor aéreo e no segmento de alta tecnologia.

Neste século XXI no qual vivemos, esta recomendação é praticamente inviável de ser colocada em prática, não é mesmo?

Empresas de alta tecnologia, inclusive, são algumas das companhias com maior potencial de valorização nos dias atuais – como é o caso das small caps.

Gigantes como o Google, Facebook, Netflix e Alibaba são alguns dos exemplos de que investir em ações de tecnologia pode, sim, ser uma excelente estratégia de investimentos.

Tenha em mente, portanto, que algumas das regras ensinadas por Benjamin Graham foram quebradas ao longo do tempo e que, por isso, não devem ser seguidas à risca.

Por outro lado, a maior parte dos preceitos recomendados por Benjamin Graham ainda se mantêm atual e extremamente valiosos para quem deseja investir mais e melhor ao longo do tempo – aproveitando sempre as melhores oportunidades do mercado para se posicionar.

Conclusão

Se o seu objetivo é investir no mercado de ações visando o longo prazo, portanto, o modelo Warren Buffett de investir pode lhe ajudar – e muito – nos seus investimentos.

Este modelo tem a capacidade de balizar suas entradas nos papéis de maior confiança e auxiliar você a encontrar as melhores oportunidades de valorização no mercado financeiro.

Na hora de realizar seus investimentos baseando-se na análise fundamentalista, portanto, não deixe de conferir os 5 dos principais mandamentos do modelo Warren Buffett de investir e realizar seus aportes baseado nas práticas de um dos maiores e mais bem sucedidos investidores do planeta!

A pontuação dos nossos leitores
[Total: 1 Média: 5]