Notícias

Em mais um dia de oscilação, Bolsa recua e adia os 100 mil pontos

Voltar

Em mais um dia de oscilações no mercado internacional o Ibovespa viu o sonho de retomar ao patamar dos 100 mil pontos, mais uma vez, adiado.

Nesta quinta feira, a Bolsa de Valores terminou o dia com uma queda de 0,61%, chegando aos 99.160 pontos.

Mesmo chegando aos 100 mil pontos logo pela manhã, a oscilação do mercado internacional com receio de novos surtos do coronavírus foi a responsável por frustrar os planos dos investidores mais uma vez. 

No mercado nacional, a melhora do comércio vem animando os investidores, principalmente referente ao mercado de varejo que apresenta uma alta significativa de 13,9% em relação ao período de maio deste ano. 

Movimentação das ações

Diante da alta do Ibovespa no dia de hoje, algumas ações acabaram ganhando destaque, como:

  • Lojas Americanas (LAME4) - 10,11%;
  • Eletrobras (ELET6) - 9,39%;
  • Eletrobras (ELET3) - 8,59%%.

Já entre as ações mais prejudicadas desta terça feira, destacam-se:

  • Braskem (BRKM5) - 7,02%
  • CCR (CCRO3) - 4,922%
  • TIM (TIMP3) - 3,53%

Dólar

A moeda americana apontou uma leve queda na cotação de hoje, de 0,07%, chegando ao patamar a R$ 5,3416.

Para compra efetiva, o dólar poderia ser encontrado no mercado pelo valor de R$ 5,3436.

Juros futuros

Enquanto isso, no mercado de juros futuros tivemos a seguinte cotação:

  • DI para janeiro de 2022: ganho de cinco dois base, marcando 3,12%;
  • DI para janeiro de 2023: perda de um pontos base, marcando 4,18%;
  • DI para janeiro de 2025: recuo de cinco pontos base, marcando 5,64%.
banner multibot

Luis Outi

https://investidorindependente.com/

Amante do mercado financeiro. Trabalho no mercado financeiro desde 2008, especializado no mercado de renda variável e de derivativos, também conhecido como opções.