Notícias

Bolsa de Valores recua 2,35% em dia de preocupações com COVID-19

Por
Voltar

Possibilidade de rompante da 2ª onda de Covid-19 volta à cena e desestabiliza acionários mundiais. Após semana de ganhos acumulados, investidores interrompem apetite por risco.

Apesar da esperança trazida pela vacina divulgada na semana passada ter elevado os ânimos, a verdade é que o grande temor está no aumento disparado de contágios somado à logística em escala global para imunização da sociedade.

Afinal, isso afetaria negativamente a recuperação das economias que estavam esboçando uma retomada mais agressiva. Então, sair do quadro crítico causado pela pandemia, demandaria maior esforço (ainda) do que o previsto.

Em clima de desconfiança, o pregão asiático encerrou as operações amargando recuos. A má notícia vinda da China é que novos empréstimos bancários caíram vertiginosamente e, com isso, as incertezas pairam no ar.

Majoritariamente desvalorizados, as bolsas asiáticas encerram: Xangai Composto (China) -0,11% a 3.338 pontos, Kospi (Seul) -0,41% a 2.475,62 pontos, Taiex (Taiwan) -0,30%, a 13.221 e Hang Seng (Hong Kong) -0,22% a 26.169,38 pontos. Exceto: Nikkei (Japão) +0,68% a 25.520 pontos e Shenzhen Composto (China) +0,07% a 4.908,46 pontos.

Já na zona do euro, a queda da produção industrial em setembro ante agosto frustra as expectativas, pois o estimado era que tivesse alta de 0,8%. Contudo, o PIB do Reino Unido cresceu 15,5% no terceiro trimestre e o índice de preços ao consumidor aumentou 0,01% na Alemanha.

Abaladas, as bolsas europeias finalizaram assim: FTSE 100 (Londres) +4,67% em 6.186,29 pontos, CAC 40 (Paris) +7,57% a 5.336,32 pontos, FTSE MIB (Itália) +5,43% a 20.750,18 pontos, DAX (Alemanha): +4,94% a 13.095,97 pontos, IBEX 35 (Madri) +8,57% a 7.459,40 pontos e PSI 20 (Lisboa) +4,50% a 4.222,68 pontos.

Os futuros da Dow Jones (às 15h10) registravam 28.989,78 pontos com queda de -1,39%. O S&P 500 com queda de -1,25% a 3.527,85 pontos.



Baixe gratuitamente o nosso simulador de investimentos



Ibovespa

Alinhado com o exterior, a operação do Ibovespa de hoje tropeça e termina com recuo de -2,35% a 102.341 pontos.

Movimentação das ações

Maiores altas:

• Taesa (TAEE11) – 3,53%

• Hapvida (HAPV3) – 1,88%

• B2W Digital (BTOW3) – 1,42%

• Klabin (KLBN11) – 0,86%

Maiores baixas:

• Azul (AZUL4) – 6,48%

• Gol (GOLL4) – 5,92%

• Eletrobras (ELET3) – 5,82%

• CCR (CCRO3) – 5,72%

Dólar

Moeda americana ganha força +1,09% fechando cotada a R$ 5,474.

Cenário Doméstico

Por aqui, segundo informado pelo Ministro da Economia, caso haja 2º onda da pandemia, o seguro emergencial será prorrogado.

Se o panorama se mantiver com a redução dos contágios, o previsto é que o auxílio emergencial seja convertido no Bolsa Família ou Renda Brasil.

Por fim, investidores seguem monitorando as declarações do presidente e demais poderes quanto aos rumos das contas públicas e da reforma fiscal.



Quer investir com a ajuda de um especialista? Receba o auxílio gratuito de um assessor de investimentos



Banner Palhano Investimentos