Notícias

Bolsa fecha próximo a estabilidade com avanço de 0,52%

Por
Voltar

Nas últimas semanas os acionários mundiais vivenciaram onda otimista provocada pelos anúncios de eficazes vacinas aliado aos bons resultados nos balanços corporativos e criação do superbloco comercial Ásia-Pacífico.

A impressão era de que a retomada econômica, apesar de alguns lockdowns serem instituídos na zona do euro, avançaria acima das expectativas.

Contudo, o aumento do contágio nos EUA, Europa e, agora reincidente no Brasil, ofusca a positividade trazida pela possibilidade de imunização da população.

Esse desassossego, portanto, põe em xeque não só a capacidade de reativação dos mercados, mas também afeta a boa performance de governos, empresas e da sociedade.

Além de reduzir o apetite por risco de grande parte dos traders e elevar a desconfiança, pois a previsibilidade do futuro se torna rarefeita.

Refletindo esse clima, as bolsas asiáticas fecharam o pregão sem viés único. Já os pregões europeus amargaram desvalorizações, principalmente nos papéis ligados ao turismo, petróleo, gás e bancos.

Assim, encerram os pregões orientais: Xangai Composto (China) +0,47% a 3.363 pontos, Shenzhen Composto (China) +0,63 % a 2.275 pontos, Kospi (Seul) +1,78% a 2.547,42 pontos e Nikkei (Japão) -0,36% a 25.634 pontos, Taiex (Taiwan) -0,37%, a 13.777 e Hang Seng (Hong Kong) +0,49% a 26.554 pontos.

Entretanto, a China se destaca ao adotar medidas expansivas no sentido de estimular o consumo doméstico, cortar tarifas e ampliar as exportações de bens e serviços de alta qualidade.

Desvalorizadas, as bolsas europeias terminaram o dia: FTSE 100 (Londres) -0,80% em 6.334,35 pontos, CAC 40 (Paris) -0,67% a 5.474,66 pontos, FTSE MIB (Itália) -0,40% a 21.536,24 pontos, DAX (Alemanha): -0,88% a 13.086,16 pontos, IBEX 35 (Madri) -0,64% a 7.930,20 pontos e PSI 20 (Lisboa) -1,14% a 4.367,51 pontos.

Os futuros da Dow Jones (às 16h58) registravam 29.491,41 pontos com elevação de +0,18%. O S&P 500 com alta de +0,34% a 3.577,38 pontos.



Baixe gratuitamente o nosso simulador de investimentos



Ibovespa

A operação do Ibovespa de hoje oscilou bastante ao longo do dia, mas terminou valorizada em +0,52% e 106.670 pontos.

Altas temos:

• Petrorio (PRIO3) – 29,21%

• Gol (GOLL4) – 4,88%

• Azul (AZUL4) – 3,97%

• CVC Brasil (CVCB3) – 3,41%

Baixas foram:

• Marfrig (MRFG3) – 2,83%

• Cogna (COGN3) – 2,73%

• BRF (BRFS3) – 2,58%

• Estacio Part (YDUQ3) – 2,30%

Dólar

Moeda americana perde força -0,47% fechando cotada a R$ 5,3131.

Cenário Doméstico

A agência Fitch Ratings classificou o Brasil com perspectiva negativa. Apontou como reveses os riscos fiscais do país, a incerteza política e o aumento das infecções pelo Covid-19.

A Ágora Investimentos alerta que o movimento de alta da BOVESPA, em breve, seja interrompido. Isso porque “os indicadores técnicos atingiram uma zona de sobrecompra no curto prazo, o que pode motivar realização de lucros a qualquer momento”.

Por aqui, predominam nos noticiários o “apagão” energético sofrido pelos amapaenses e as disputas eleitorais para o 2º turno.


Robô trader