Notícias

Bolsa inicia a semana em alta com viés positivo internacional

Por
Voltar

Segunda-feira (16/11) começa promissora aos acionários globais que operaram majoritariamente com viés positivo.

Os ventos otimistas vieram dos bons resultados apresentados pela vacina contra o Covid-19 e, principalmente, é fruto do imenso acordo comercial asiático ratificado nesse domingo.

Nele, praticamente, 1/3 da população mundial e do produto interno bruto mobilizarão transações negociais entre as economias regionais orientais, isto é, um superbloco Ásia-Pacífico.

Além disso, os dados econômicos indicam avanços expressivos na Ásia.

Destaques para a China, cuja produção industrial cresceu 6,9% (previsto 6,5%) e varejo aumentou 4,3% e Japão cujo PIB expandiu 5% (estimado 4,4%), após sofrer contração recorde no segundo trimestre.

Na zona do euro, apesar dos lockdowns implantados em estágios diferentes nos países Reino Unido, França e Alemanha, o que se viu foi uma retomada econômica.

Nos holofotes, há o pregão espanhol com forte alta motivada pela venda da operação do banco BBVA nos EUA.



Baixe gratuitamente o nosso simulador de investimentos



Já nos EUA, os noticiários ainda são dominados pela vitória de Biden e a elevação constante no número de novas infecções diárias pelo coronavírus.

Porém, Trump já sinalizou que antes de deixar a Casa Branca em definitivo, adotará uma série de medidas duras contra os chineses.

Como esperado, a divulgação da eficiência da vacina, contribuiu para que papéis de empresas relacionadas ao turismo (aéreas, hotéis e cruzeiros marítimos) alavancassem ao redor do mundo.

Os ganhos orientais foram: Xangai Composto (China) +1,11% a 3.346,97pontos, Shenzhen Composto (China) +0,97 % a 24.904,17 pontos, Kospi (Seul) +1,97% a 2.543,03 pontos e Nikkei (Japão) +2,05% a 25.906,93 pontos, Taiex (Taiwan) +2,10%, a 13.551,83 e Hang Seng (Hong Kong) +0,86% a 26.381,67 pontos.

Embaladas, as bolsas europeias finalizaram assim: FTSE 100 (Londres) +1,66% em 6.421,29 pontos, CAC 40 (Paris) +1,70% a 5.471,48 pontos, FTSE MIB (Itália) +1,98% a 21.317,01 pontos, DAX (Alemanha): +0,47% a 13.138,61 pontos, IBEX 35 (Madri) +2,60% a 7.986,20 pontos e PSI 20 (Lisboa) +1,35% a 4.426,33 pontos.

Os futuros da Dow Jones (às 14h27) registravam 29.858,69 pontos com elevação de +1,29%. O S&P 500 com queda de +0,86% a 3.616,05 pontos.

IBOVESPA

Incentivado pelos excelentes resultados internacionais, a operação do Ibovespa de hoje termina valorizada em: +1,63% a 106.430 pontos.

Altas temos:

• Azul (AZUL4) – 11,07%

• Gol (GOLL4) – 9,15%

• Embraer (EMBR3) – 8,05%

• Santander BR (SANB11) – 6,83%

Baixas foram:

• Braskem (BRKM5) – 2,67%

• Totvs (TOTS3) – 1,88%

• Marfrig (MRFG3) – 1,74%

• Lojas Americanas (LAME4) – 1,70%

Dólar

Moeda americana perde força -0,57% fechando cotada a R$ 5,44.

Cenário Doméstico

Por aqui, no radar dos investidores está nos resultados das eleições para prefeitos e vereadores e, consequentemente, qual será o rumo econômico e político do futuro próximo.

Por fim, hoje também inicia o uso do sistema de pagamento instantâneo PIX.



Quer investir com a ajuda de um especialista? Receba o auxílio gratuito de um assessor de investimentos



Calculadora de IR