Notícias

Ibovespa sobe quase 3% com balanços positivos de empresas e eleições dos EUA no radar

Por
Voltar

Resposta das urnas estadunidenses, com provável vitória de Biden, contribuiu para que acionários mundiais encerrassem o dia no azul.

Isso ocorre porque as incertezas naturais das corridas eleitorais foram afastadas e ao prever os cenários futuros, traders retomam o apetite por riscos, movimento esse que favorece os humores dos pregões regionais.

Contudo, conforme anunciado por Trump, a transição da faixa presidenciável não será automática. Ainda mais, após ele mencionar que recorrerá a Corte Suprema.

Mesmo assim, os mercados permanecem otimistas. Reflexo que já foi sentido ontem na bolsa de NY.

Acompanhando o ritmo, todos pregões orientais alcançaram terreno positivo em seus fechamentos. Pois, o esperado é que as animosidades entre EUA X China reduzam bem após Biden assumir o cargo.

Outra expectativa é que, logo após assumir o comando norte-americano, Biden aprove definitivamente o pacote de incentivos fiscais.

Os ganhos asiáticos foram: Xangai Composto (China) + 1,30% a 3.320,13 pontos, Shenzhen Composto (China) +1,67% a 2.299,87 pontos, Kospi (Seul) +2,40% a 2.413,79 pontos e Nikkei (Japão) +1,73% a 24.105,28 pontos, Taiex (Taiwan) +0,40%, a 12.918,80 e Hang Seng (Hong Kong) +3,25% a 25.695,92 pontos.

Já os pregões europeus finalizaram assim: FTSE 100 (Londres) +0,39% em 5.906,18 pontos, CAC 40 (Paris) +1,24% a 4.983,99 pontos, FTSE MIB (Itália) +1,93% a 19.731,38 pontos, DAX (Alemanha): +1,98% a 12.568,09 pontos, IBEX 35 (Madri) +2,10% a 6.924,20 pontos e PSI 20 (Lisboa) +0,92% a 4.105,50 pontos.

Na zona do euro, o Reino Unido inicia o seu segundo lockdown e a expectativa é que a economia britânica encolha no quarto trimestre. Por isso, o Bank of England elevou em 150 bilhões de libras seu programa de quantitative easing.

Na contramão caminha o Banco Société Générale com altas de 5% em suas ações e lucro de 862 milhões no terceiro trimestre.

Os futuros da Dow Jones (às 15h13) registravam 28.382,77 pontos com ganho de +1,92%. O S&P 500 com queda de +2,15% a 3.517,37 pontos.



Baixe gratuitamente o nosso simulador de investimentos



Ibovespa

Motivado pela boa performance do exterior a operação do Ibovespa de hoje “bomba” e termina o dia com ganho de: +2,95% a 100.751 pontos.

Nas maiores altas, tem-se: ULTRAPAR (+14,34%), COSAN (+10,66%), GOL (+10,46%) e AZUL (+9,37%).

Já as maiores baixas foram: SID NACIONAL (-2,05%), COGNA (-1,79%), SUZANO (-0,93%) e IRB BRASIL (-0,16 %).

Dólar

A moeda americana perde tração -1,84%, fechando cotada a R$ 5,545.

Cenário Doméstico

Por aqui, o varejo teve alta de 21,8% em outubro ante setembro. Isso se deve à flexibilização das medidas de isolamento e reabertura comercial, assim como, o uso do auxílio emergencial das famílias assistidas pela medida.

Nessa linha, os economistas creem que dezembro atingirá o mesmo patamar que 2019. Ou seja, um indício de recuperação.



Aprenda a operar opções com o nosso treinamento Invista em Opções



Banner Palhano Investimentos