Notícias

Ibovespa tem queda de 1,2% impulsionada por mercado exterior e petróleo

Voltar

Nesta terça-feira (08/09), pós feriado nacional, o Ibovespa fechou o pregão em queda de 1,2%, impulsionado pelo cenário do comércio exterior e a desvalorização do petróleo. Com isso, a Bolsa chegou ao patamar de 100.050 pontos.

Em relação ao mercado exterior, um dos principais responsáveis pela queda da Bolsa, foram as tensões entre China e Estados Unidos, que se intensificaram após as declarações Donald Trump, que prometeu a redução drástica dos laços econômicos entre as duas nações.

Além disso, as vendas de ativos do setor de tecnologia nos EUA não ajudaram no cenário financeiro atual, apresentando sua pior baixa desde o início da pandemia. Dessa forma, o Índice Dow Jones apresentou queda de 2,25% e Nasdaq desabou 4,11%.

O mercado do petróleo também sofreu grandes impactos com a redução do preço de venda em aproximadamente 7% pela Arábia Saudita. Com isso, ações brasileiras como a Petrobras (PETR3) foram impactadas de maneira direta.

Movimentação das ações

Ações que acabaram ganhando destaque:

• Azul (AZUL4): 6,79%;

• Localiza (RENT3): 5,87%;

• Iguatemi (IGTA3): 4,54%.

Já entre as ações mais prejudicadas desta terça-feira, estão:

• Petrorio (PRIO3): -6,08%;

• Via Varejo (VVAR3): -3,96%;

• Petrobras (PETR3): -3,47%

Dólar

A moeda americana apontou uma leve alta de 1,1% na cotação de hoje, chegando ao patamar de R$ 5,3649.

Para compra efetiva, o dólar poderia ser encontrado no mercado pelo valor de R$ 5,3662.

Juros futuros

Enquanto isso, no mercado de juros futuros tivemos a seguinte cotação:

• DI para janeiro de 2022: alta de dez pontos base, marcando 2,84%;

• DI para janeiro de 2023: ganho de catorze pontos base, marcando 4,04%;

• DI para janeiro de 2025: valorização de catorze pontos base, marcando 5,84%.


Robô trader

Luis Outi

https://investidorindependente.com/

Amante do mercado financeiro. Trabalho no mercado financeiro desde 2008, especializado no mercado de renda variável e de derivativos, também conhecido como opções.