Educação Financeira

Robô trader: o que é e como funciona?

Por
Voltar

A tecnologia está cada vez mais presente em nosso dia a dia. Casas inteligentes, aparelhos que funcionam por comando de voz e realidade virtual são apenas alguns exemplos desse amplo universo. E no mercado financeiro não é diferente.

Isso porque existem formas de automatizar investimentos e operações na bolsa de valores. Entre elas, é importante conhecer o robô trader e entender como ele funciona. Afinal, essa é uma ferramenta tecnológica que pode trazer mais agilidade e segurança em operações de curto prazo.

Neste artigo, você aprenderá o que é o robô trader, como ele funciona, as vantagens e os riscos de seu uso. Não deixe de acompanhar!

O que é um robô trader?

O robô trader é um software que utiliza algoritmos para realizar operações no mercado financeiro. Também chamado de algorithmic trading, ele pode ser utilizado para operar diferentes ativos e derivativos financeiros na bolsa — como ações, opções, contratos futuros, commodities, etc.

A ferramenta costuma ser mais utilizada por quem faz o day trade. O motivo é que a operação exige muita atenção e agilidade, uma vez que precisa ser encerrada no mesmo dia. Assim, o robô pode fazer entradas e saídas com base nas estratégias programadas.

Na prática, o robô tende a diminuir as falhas humanas e erros operacionais causados pelo fator emocional, que costumam atrapalhar o trader. Nem sempre é possível manter o controle emocional durante as operações, em especial quando elas não estão trazendo os resultados esperados.

Contudo, é importante ressaltar que a utilização do robô trader não vai eliminar todo o risco operacional. Afinal, quando se trata de renda variável, ganhos e perdas são imprevisíveis. Além disso, o robô é configurado por um ser humano, que pode se equivocar ao estabelecer algum parâmetro.


Participe do nosso grupo no Facebook e fique por dentro de todos os nossos conteúdos!


Qual é a finalidade do robô trader?

Sabendo o que é o robô trader, é mais fácil entender a sua função. Ele busca agilizar o lançamento de ordens de compra e venda em suas operações. Na especulação, principalmente no day trade, cada segundo pode fazer a diferença nos seus resultados.

Logo, ter uma ferramenta automática para essa finalidade pode auxiliar a sua rotina. Ele também costuma proporcionar economia de tempo. Isso porque, após configurado, o robô opera sozinho. Então o especulador não precisa acompanhar as operações continuamente, podendo realizar outras atividades.

Como funciona essa ferramenta?

Como você viu, os robôs trader são programados para automatizar a especulação na bolsa de valores. Após serem configurados, eles utilizarão a análise técnica, dados do mercado e parâmetros inseridos para abrir e encerrar posições.

No entanto, para que eles funcionem do modo esperado, é preciso se atentar a diversas configurações. Por exemplo:

- ativos e derivativos que serão operados;

- condições de compra e venda;

- momento de encerrar uma operação (stop gain e stop loss);

- objetivo financeiro por dia, semana ou mês;

- máximo de prejuízo aceitável;

- intervalo das operações;

- entre outras.

Após inserir essas informações, o robô trader realizará as operações de modo automático, bastando que as condições programadas apareçam no mercado. Porém, você precisará ter uma conta em uma corretora de valores para acessar o ambiente de negociações da bolsa.

Quem não detém muito conhecimento para fazer essas configurações, pode recorrer às estratégias prontas. Várias empresas que desenvolvem esses tipos de robôs contam com um acervo de estratégias já configuradas que são vendidas ou fornecidas gratuitamente.

Por outro lado, se você acredita que já possui experiência com especulação, poderá configurar as estratégias e parâmetros por conta própria. Mas, antes de usá-las, é interessante realizar testes em simuladores de mercado. Dessa maneira, terá uma noção sobre o seu funcionamento.

Além disso, também tenha em mente que o mercado muda frequentemente e as estratégias podem perder eficácia ao longo do tempo. Portanto, costuma ser necessário revisar e alterar os critérios utilizados no robô a cada ciclo de mercado.


Quer investir com a ajuda de um especialista? Receba o auxílio gratuito de um assessor de investimentos


Quais as principais vantagens e riscos envolvidos?

Depois de aprender o que é o robô trader e como ele funciona, é interessante conferir suas vantagens e riscos.

Uma vantagem que merece destaque é a disciplina operacional do robô. Diferentemente dos seres humanos, o robô não terá dúvidas em abrir ou encerrar uma posição. Basta que a condição programada surja no mercado para que o robô realize a compra ou a venda.

Outra vantagem refere-se à agilidade em lançar as ordens no mercado. Embora existam plataformas operacionais que facilitem o envio de ordens, as mãos humanas não conseguem acompanhar o ritmo das máquinas. Por exemplo, os robôs não sofrem influência de cansaço, distração, etc.

Já em relação às desvantagens, os robôs tendem a ter um custo elevado. Por prestarem um serviço diferenciado, muitas empresas cobram mensalidades ou taxas que podem inviabilizar seu uso contínuo. Isso se torna ainda mais evidente considerando que não há garantias de ganhos.

Qual a diferença entre o robô trader e o robô investidor?

Também é importante saber que, além do robô trader, existe o robô investidor. Apesar de ambos terem a finalidade de auxiliar em suas operações no mercado financeiro, cada qual conta com suas peculiaridades.

Enquanto o robô trader é programado para realizar operações para o especulador, o robô investidor tem a função de indicar os melhores investimentos conforme o perfil do investidor. Por conta disso, ele também é conhecido como robô advisor — que pode ser traduzido como conselheiro ou assessor.

Logo, a principal característica do robô investidor é recomendar investimentos e fazer a gestão deles. Aliás, a configuração do robô advisor geralmente é feita respondendo um questionário, para entender o perfil da pessoa e sugerir os investimentos mais apropriados para as suas necessidades.

Portanto, quem tem objetivos de especular o mercado pode se interessar pelo robô trader, devido à sua dinâmica e rapidez operacional. Já quem pensa em investir com foco no longo prazo tende a se preferir o robô investidor, que poderá personalizar seu portfólio.

Agora que você sabe como o robô trader como funciona, é possível avaliar se ele é adequado para a sua estratégia. Mas lembre-se de que é preciso considerar os custos e que o seu sucesso dependerá da programação de boas estratégias.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com a nossa equipe! Temos profissionais prontos para atender você!


Dúvidas sobre o assunto? Se inscreva no canal Luis Outi - Investidor Independente e fique por dentro dos assuntos mais comentados



Calculadora de IR